Seu currículo ajuda ou atrapalha na busca de um emprego?

Em tempos de crise, desemprego em massa e preocupação com quem ainda vai estar garantido no mercado de trabalho, o que mais vemos são pessoas com suas pastas embaixo do braço carregando currículos impressos, perdendo horas em filas para tentar uma vaga de emprego, antes existia a preocupação de escolher e hoje a preocupação é apenas de conseguir garantir uma vaga.

A questão é que o modelo tradicional está morto. Morto e não vai mais voltar sem dúvida alguma.  O currículo ainda é importante, mas ele mudou de formato, acabou aquela coisa de ir em uma livraria e comprar um pedaço de papel e escrever à mão, assim como aquela folha em branco impressa com o mesmo conteúdo. O padrão mudou, ele precisa ser atualizado e poucos perceberam essa mudança, principalmente com a tecnologia disponível e tantas opções digitais para saber quem você é, o que você pensa, como você pode pensar e agir em diversas situações.

Quer ser conhecido hoje? Quer apresentar quem você é? O que você pensa? Então comece a se mostrar em suas redes sociais como você é, seja sincero em suas postagens, ostente menos e mostre mais conteúdo. Antes no currículo feito a mão não havia espaço para nada, sem espaço para apresentar você e muito menos demonstrar suas qualificações de forma qualitativas e quantitativas.
Hoje, a internet faz você ser uma pessoa digitalmente fácil de ser encontrada, só não será encontrado se você não tiver um perfil em alguma rede social ou se usa outro nome. Isso sem considerar que sites como o LinkedIn te dão oportunidades de encontrar um novo emprego, abrir um negócio, construir uma reputação profissional e exponencialmente se destacar com tudo o que de melhor você pode demonstrar de você. Por sinal, se você ainda não tem um perfil sério e completo por lá, com todos os seus atributos profissionais, está esperando o que??
Com todas as possibilidades digitais, você pode se aproximar de muitos cursos online, gratuitos e através de tantos e-books ficar mais próximo do conhecimento que antigamente não poderia ter sem existir uma faculdade gratuita, um curso profissionalizante gratuito e tantos mais oportunidades que existem. Raramente você vai encontrar uma profissão que ainda não esteja devidamente amparada, de alguma forma, em algum curso em pelo menos 2 ou 3 escolas diferentes. Então mãos a obra, procure por cursos online, cursos gratuitos, faculdades gratuitas e leia muito livros técnicos, profissionais e e-books. Claro, não deixe de pesquisar bem onde você está entrando, tem muita picareta em qualquer lugar, mesmo de forma gratuita, com conteúdos fajutos.

A triste realidade é que o currículo escrito a mão ou impresso só tem um destino, a lata do lixo em pouco tempo (muitas empresas no passado seguravam até uns 3 meses dos melhores, os piores nem 2 semanas). Não é que a empresa não vai se lembrar do seu papel lá no arquivo, é que na verdade será mais fácil anunciar a vaga e se você ainda estiver desempregado vai aparecer por lá de novo, participar de um processo ou entregar um currículo de novo, afinal se não tinha uma vaga aberta naquela primeira vez, muito provavelmente o seu currículo não passou por uma inspeção rigorosa e a gestão desse currículo não foi das melhores para que alguém volte a consultar.

Um currículo para causar uma excelente impressão tem dois caminhos: você é muito bom ou exagerou demais os fatos e acrescentou algumas doses de exagero profissional. Qual seria o seu verdadeiro perfil? Pode não acreditar, mas não é aquele que está no papel, mas sim aquele que você demonstra nas redes sociais, sociabilizando com as pessoas no dia a dia. Esse é o seu verdadeiro perfil, pois os títulos, cursos e prêmios não vão valer de nada se no final você não tiver um perfil ideal para aquela posição. Acredite em mim, isso é mais claro do que água pura e cristalina, por isso é melhor agir de forma como você é, ser sincero em seus atos, em quem você apresenta nas redes sociais e no seu dia a dia, saiba como vender o “eu” de verdade e tudo poderá facilitar muito mais. Afinal de contas, por que você acha que muitas empresas pedem para cadastrar o seu perfil de facebook, twitter entre outras redes atualmente em um currículo online? Não é para te adicionar e ficar como mais um amigo ou mesmo usar como espaço de marketing, a empresa quer saber quem você é, a empresa precisa saber como você pensa e age fora do horário de trabalho, como você socializa-se com as pessoas fora do ambiente de trabalho. Por isso não tenha medo de divulgar o seu perfil e deixar ele aberto para todas as pessoas, se você não tem medo de se esconder, é muito provável que você não tenha medo de demonstrar quem é você de verdade.

Mas vamos com calma, LinkedIn, Facebook, Twitter e demais redes sociais não são um currículo digital, eles são apenas um reflexo de você, mas não são você. Já pensou em pesquisar o seu nome no Google? Quais são os links que vão aparecer (opa, podem aparecer pessoas com o seu nome nas pesquisas que não seja você também e por isso é sempre bom ter boas fotos suas para que as pessoas saibam diferenciar cada um)?

Hoje a internet te representa, principalmente porque todo mundo demonstra online como é entre amigos, mostra o que pensa e mesmo que ache que não demonstre é só olhar nas páginas que você curte, nos grupos que você faz parte e um pouco do seu “EU” vai estar surgindo e um modelo interessante de caráter vai sendo formado para as pessoas do RH da empresa que pode estar querendo te contratar.

Aquele seu currículo enviado por e-mail hoje, só vai demonstrar para a empresa um “oi, estou aqui e quero a vaga”, mas não vai te dar uma chance oficialmente de conseguir a vaga sem uma entrevista, sem um cara a cara e uma boa conversa. Por isso é muito importante também que treine leitura, são os livros que estarão lhe trazendo um background de qualidade na dicção e conversação. Ler/ver notícias é importante para que você forme sua opinião e demonstre em tudo que está a sua volta, pelo menos o que te atinge já é uma grande demonstração de cultura. A imagem também é preocupante para determinadas vagas, ninguém vai te contratar chegando de bermudão, barba por fazer e querendo virar um executivo.

Pessoalmente, o meu perfil no facebook é de fácil acesso, assim como o meu perfil no twitter (olha ele ali do lado). Nos meus perfis você vai encontrar a minha pessoa sem problemas, vai saber o que gosto de fazer, assistir, ler, curtir, acompanhar, escrever e tudo mais. Por tal questão, eu não tenho medo de colocar se for pedido os meus perfis para uma empresa analisar, por isso pense bem como você é online e descubra se ali você está sendo você ou se está aquilo que seus amigos esperam de você. Seja você mesmo, apresente o seu jeito de ser sem medo, melhor que isso só tendo o melhor currículo de todos (e sem mentir).

Ok, agora o principal de tudo. Não é apenas existir online, mas sim usar do seu networking como antigos amigos de trabalho, faculdade, infância, cursos e todos mais que você conheceu no seu caminho até hoje. Eles tem perfil nas redes sociais? Então vai agora mesmo procurar por cada um, convide eles e converse sempre que possível. Faça com que eles se lembrem de você, mostre o que você tem feito, o que pode fazer e o que quer fazer. Só que essa via não é de apenas uma mão, lembre-se que ali do outro lado tem outra pessoa, pense em como ajudar ele, se interessar nele e não faça isso apenas por interesse seu, mas sim porque você se importa.
No momento exato, você vai poder precisar dele e vice-versa e assim sendo, você deve estar ali conversando sempre que possível, mostrando interesse nele, na vida dele (e claro sem fazer isso a cada cinco minutos por favor).

Não sabe o que é networking? Então confira uma antiga postagem sobre esse assunto aqui.

Então para finalizar, capriche nos seus perfis online, faça da internet a sua imagem e não o inverno. Mostre o seu verdadeiro eu, não tenha medo de deixar claro que você é humano e que tem interesses e que isso não vai afetar o seu lado profissional.

E o currículo afinal de contas?? Eu te disse que eles está morto né? Sim, em 90% dos casos está mesmo, até porque mesmo as pequenas empresas também tem e-mails para receber o seu currículo e as que não tem são aquelas que nem devem saber que a internet foi inventada ainda. Capriche na versão digital dele, procure os melhores sites e cadastre ele online (sem mentiras e exageros), envie para os e-mails das empresas que divulgam e querem receber alguma coisa e de resto fique atento aos anúncios (os verdadeiros e não os falsos) e filtre tudo muito bem para conseguir algo.

A crise não está fácil para ninguém, se trabalhando tudo está complicado, desempregado se torna o inferno, mas continue procurando que logo surge alguma coisa com certeza.

Procure por sites como as opções abaixo:

Catho – http://www.catho.com.br
SINE – http://www.sine.com.br
BNE – http://www.bne.com.br
Manager – http://www.manager.com.br
Empregos.com – http://www.empregos.com.br
Vagas – http://www.vagas.com.br

E não vamos esquecer de criar o perfil completo no LinkedIn e procurar pelas vagas disponíveis em empresas em todo o país e até fora.

Boa sorte!!!

PROMO

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s